Teu cheiro amarfanho durante toda a cidade
e nos dentes postos sobre a mesa
como um escapulário tua lascívia eu pressinto.
Nem a lua nem teus olhos certamente me salvarão deste teu cheiro espesso.
Eu cresci nestas estranhas paragens sem estrelas entre bichos e flores
como se não fossem cobertos pela escuridão.
Apenas arfava um golpe entre o vazio de mim
e a captura de insetos do inferno em teus cabelos.
Em inquietude, me preparo para a dor.

Nelson Magalhães Filho

"Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos

do mundo."
( Fernando Pessoa: Tabacaria)




Realizar trabalhos de arte a base das experiências existenciais, como transpor as imensidões dolorosas das noites urinadas. Fingir figuras concebidas do desejo e da amargura. Instigações obscurecidas pela lua. Não acretido na pintura agradável. Há algum tempo meu trabalho é como um lugar em que não se pode viver. Uma pintura inóspita e ao mesmo tempo infectada de frinchas para deixar passar as forças e os ratos. Cada vez mais ermo, vou minando a mesma terra carregada de rastros e indícios ásperos dentro de mim, para que as imagens sejam vislumbradas não apenas como um invólucro remoto de tristezas, mas também como excrementos de nosso tempo. Voltar a ser criança ou para um hospital psiquiátrico, tanto faz se meu estômago dói. Ainda não matem os porcos. A pintura precisa estar escarpada no ponto mais afastado desse curral sinistro.
Nelson Magalhães Filho

quarta-feira, outubro 24, 2012


MATTY BROWN e Nelson Magalhães Filho no Festival 5 Minutos



Matty Brown se autodenomina um “contador de histórias” através das imagens. Cineasta freelancer, sua principal característica é a capacidade de retratar a vida em seus aspectos mundanos e incríveis. Brown faz filmes desde 1989, quando, segundo ele mesmo, a ocorrência de um terremoto em São Francisco o inspirou a “pensar de maneira diferente e mais criativa sobre o universo”. Apesar de trabalhar profissionalmente com vídeo apenas há um ano, suas obras já conquistaram grande sucesso na internet, muitos elogios da mídia e têm sido usadas em universidades de vários países.

VEJA MAIS: http://www.dimas.ba.gov.br/5min2012/novo/prog_ab.htm
 SALA WALTER DA SILVEIRA - FESTIVAL NACIONAL 5 MINUTOS










segunda-feira, outubro 22, 2012

Momentos emocionantes do XV Festival Nacional 5 Minutos

Nelson Magalhães Filho de Cruz das Almas, Bahia, garante uma das Menções Honrosas da noite com “Cadet Blues- 


Fotos: Alex Romano

VEJA MAIS:

http://cabinecultural.com/2012/10/22/xv-festival-nacional-5-minutos-vencedores/
http://www.dimas.ba.gov.br/5min2012/novo/premiados.htm
https://www.facebook.com/Festivalnacional5minutos




domingo, outubro 21, 2012

Premiados do XV Festival Nacional 5 Minutos
Menção Honrosa : "Cadet Blues" de Nelson Magalhães Filho


http://www.dimas.ba.gov.br/5min2012/novo/premiados.htm

https://www.facebook.com/Festivalnacional5minutos

sábado, outubro 06, 2012

CADET BLUES - Quarta-feira dia 17 às 20h



Mostra Competitiva
PROGRAMA 2 – 53min 

17.10 (qua) | 20h |
 Sala Walter da Silveira e Espaços Culturais da SecultBA*

18.10 (qui) | 16h | Sala Walter da Silveira (Reprise)
Cadet Blues
Nelson Magalhães Filho |04'23"| EXP | 2012| Cruz das Almas - BA 
anjosbaldios@gmail.com


O filme acompanha uma mísera abstração em que um homem torturado vagueia por passagens áridas, sob um sol dilacerante, carregando em suas mãos rugosas um objeto de sua consternação, repleto de ternuras abafadas, enquanto um blues incisivo vai destroçando sua própria aparição.

sexta-feira, outubro 05, 2012

Olaf Stüber: Oficina de Videoarte 



Videoarte  com Olaf Stüber
* Parceria com o Goethe Institut/ICBA
17 a 19/10 (qua, qui e sex) - Goethe-Institut /ICBA
09h às 12h - 14h às 18h
20 vagas
* Esta oficina terá tradução consecutiva

Carga horária: 21h
Público-alvo: 
Pessoas com experiência no mercado de artes visuais, vídeográfico ou cinematográfico, e estudantes de artes plásticas, cinema e comunicação.

Esta oficina tem como objetivo fazer uma breve introdução da história da vídeo-arte alemã, conciliando as exposições com debates sobre o gênero no mercado da arte e considerações sobre questões expográficas. Será trabalhado, ainda, o tema das abordagens documentárias do auto-retrato ou da auto-apresentação na arte contemporânea. O curso será marcado pela produção e análise de vídeos, além de discussões.
Ministrante:
Olaf Stüber (Berlim, ALE) há mais de 20 anos trabalha como galerista, curador e colecionador de arte. Em dez anos à frente de sua própria galeria, realizou 73 exposições com mais de 200 artistas, desde cedo com ênfase nas imagens em movimento (vídeo e filme). Os artistas por ele representados têm integrado exposições coletivas e individuais em renomadas instituições nacionais e internacionais, a exemplo do Museu Ludwig, em Colônia, da Kunsthalle, em Hamburgo, do Dallas Contemporary, do Museu Hirshhorn, em Washington, e do MOCCA, em Toronto, entre outros. Desde 2009, Olaf Stüber realiza, junto com seu amigo, o colecionador Ivo Wessel, a mostra“VideoartatMidnight”. Mensalmente, os dois entusiastas apresentam, à meia-noite de sexta-feira, exemplos de vídeoarte no cinema lendário “Babylon”, situado no Centro de Berlim. 

SELECIONADOS:
Aida Vitória Farias Virgens
André Oliveira Pimenta
Angélica Santos Behrmann
Caó Cruz Alves
Cláudia Maria de Moura Pôssa
Chantal Gisèle Michèle Durpoix
Fabiano Gusmão de Santana
Francisco Alves dos Santos Junior
Jacson Costa Soares
Jacson do Espírito Santo
Jean Henrique de Jesus Chagas
Joelma Felix Brandão
José Otávio M. Badaró Santos
Lucas Gonçalves Dantas
Luiz Alberto Gonçalves dos Santos Paixão
Péricles Mendes da Silva
Rosa Bunchaft
Nelson Magalhães Filho
Nelson Luis Teixeira Cerino
Vladimir Santos Oliveira
SUPLENTE:
Ihago Allech Oliveira Viana


VEJA AQUI: http://www.dimas.ba.gov.br/5min2012/novo/oficinas.htm