Teu cheiro amarfanho durante toda a cidade
e nos dentes postos sobre a mesa
como um escapulário tua lascívia eu pressinto.
Nem a lua nem teus olhos certamente me salvarão deste teu cheiro espesso.
Eu cresci nestas estranhas paragens sem estrelas entre bichos e flores
como se não fossem cobertos pela escuridão.
Apenas arfava um golpe entre o vazio de mim
e a captura de insetos do inferno em teus cabelos.
Em inquietude, me preparo para a dor.

Nelson Magalhães Filho

"Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos

do mundo."
( Fernando Pessoa: Tabacaria)




Realizar trabalhos de arte a base das experiências existenciais, como transpor as imensidões dolorosas das noites urinadas. Fingir figuras concebidas do desejo e da amargura. Instigações obscurecidas pela lua. Não acretido na pintura agradável. Há algum tempo meu trabalho é como um lugar em que não se pode viver. Uma pintura inóspita e ao mesmo tempo infectada de frinchas para deixar passar as forças e os ratos. Cada vez mais ermo, vou minando a mesma terra carregada de rastros e indícios ásperos dentro de mim, para que as imagens sejam vislumbradas não apenas como um invólucro remoto de tristezas, mas também como excrementos de nosso tempo. Voltar a ser criança ou para um hospital psiquiátrico, tanto faz se meu estômago dói. Ainda não matem os porcos. A pintura precisa estar escarpada no ponto mais afastado desse curral sinistro.
Nelson Magalhães Filho

sexta-feira, fevereiro 29, 2008

Bob Dylan - It's All Over Now Baby Blue

Nelson Magalhães Filho. Mista s/papel, 70X50 cm.

por onde anda você, vestida de púrpura
até a flor dos cabelos? uma violência escrota
escondida nos lagartos vomitados
de meu estômago agonizante,
todos estranhos aos meus olhos que obstinam-se
em jorrar salamandras ardentes sobre
teu corpo arriscado,
nada além de calangos de fogo escorrem
uma jornada dentro da noite chuvosa
e trespassam esta vertigem
que abrasa minha fome de desaguar
na imensidade do teu nada.

Nelson Magalhães Filho
disco, livro e filme para esse fim de semana










quinta-feira, fevereiro 28, 2008

HOJE

130 ANOS DA ESCOLA DE BELAS ARTES DA UFBA
EXPOSIÇÃO: 28 de fevereiro, às 20 h
VISITAÇÃO: 29 de fevereiro - 29 de março, das 09 às 18 h
Escola de Belas Artes - Galeria Cañizares (Rua Araújo Pinho, 16/202, Canela)
Galeria do Goethe Institut (Av. Sete de setembro, 1809, Vitória)
SEMINÁRIO: 03 a 13 de marco, a partir das 18:30 h
Escola de Belas Artes (Sala Riolan Coutinho)

quarta-feira, fevereiro 27, 2008

PRÊMIO ABCA 2007
agulha - revista de cultura
www.revista.agulha.nom.br
editores: floriano martins / cláudio willer

A Associação Brasileira de Críticos de Arte – ABCA – concedeu à Agulha – Revista de Cultura o Prêmio Antônio Bento - destinado a melhor reportagem na imprensa. Este prêmio é destinado aos artistas e personalidades que mais se destacaram nas artes plásticas no Brasil em 2007.
A Associação Brasileira de Críticos de Arte – fundada em 1949 e que representa, no Brasil, a AICA – Associação Internacional de Críticos de Arte, vinculada à UNESCO –, acaba de divulgar a lista dos eleitos ao Prêmio ABCA 2007, destinado a críticos, artistas, curadores, exposições, profissionais, personalidades e instituições que contribuíram para a cultura nacional durante o ano passado.
Os ganhadores receberão um troféu, idealizado pelo escultor Nicolas Vlavianos, em cerimônia programada para abril de 2008 em São Paulo.

quinta-feira, fevereiro 21, 2008

Graça Ramos, 2008. Mista s/tela, 20X20 cm

da região despovoada de meu cérebro
retornarei ermo, pois é preciso abandonar
estas catástrofes silenciosas
que velam durante a noite.
retornarei oco do deserto
algures condenado pelo desmando de flores
cuspidas da boca sem querer,
devasso no vazio das tardes sem lágrimas.

Nelson Magalhães Filho

Feira Hype Itinerante - 23 de fevereiro
Pelourinho - Praça Teresa Batista - 15h

Expositores
Carol Diniz - Arte Têxtil - Flora Brasil - Via Brasillis - Irene Ri - Marinnex - Cida Sousa - Big Bross - Gato por Lebre - Brechó da Doida - Silvinho Viana - Carol Queiroz - Fadandan - Maíra - Filha da Mãe -Camisetas encantadas

Atrações
Dj BigBross
Los Canos
Dj Big T
RG BOY
Vandex
Dj Elettra
Theatro de Seraphin

Maiores informações sobre a programação no site:
http://feirahype.aparelhocultural.com.br/









quarta-feira, fevereiro 20, 2008

retrato do artista quando jovem cachorro rabugento morto em noite chuvosa


Foto: Dulce Sanches, 1989
1 ANO DE NEO-ARTES

VEJA AQUI:
http://neoartes.blogspot.com/

Ice Bird Spiral

terça-feira, fevereiro 19, 2008

130 ANOS DA ESCOLA DE BELAS ARTES DA UFBA

EXPOSIÇÃO: 28 de fevereiro, às 20 h
VISITAÇÃO: 29 de fevereiro - 29 de março, das 09 às 18 h
Escola de Belas Artes - Galeria Cañizares (Rua Araújo Pinho, 16/202, Canela)
Galeria do Goethe Institut (Av. Sete de setembro, 1809, Vitória)
SEMINÁRIO: 03 a 13 de marco, a partir das 18:30 h
Escola de Belas Artes (Sala Riolan Coutinho)

O Grupo de Pesquisa Historia das Artes Visuais Brasileiras do PPGAV-EBA UFBA promove:

Seminário:
Título: Escola de Belas Artes da UFBA - 130 anos em histórias , em obras , em processos
Período: de 3 a 13.03.2008
Local: Sala Riolan Coutinho – EBA/UFBA – das 18.30 as 20.30 h.
Inscrições: R$20,00 (Vinte reais )
Informações:
eba.ufba130anos@yahoo.com.br
esantos@ufba.br – 99887694
Site: www.eba130@ufba.br

PROGRAMA

03.03.2008 (Seg.) – 18 h.Abertura:
Pronunciamentos:
Secretário da Cultura do Estado da Bahia: Márcio Meirelles
Diretora Geral da FUNCEB: Gisele Nussbaumer
Reitor da UFBA: Naomar de Almeida Filho
Diretor da EBA/UFBA: Roaleno Costa
Líder do Grupo de Pesquisa História das Artes Visuais Brasileiras: Luiz Alberto Freire

· Ato de doação do arquivo documental de Miguel Cañizares à EBA por seu tataraneto Fernando Lopes e família.
· Idem do arquivo documental e artístico de Agripiniano de Barros à EBA por seu neto Ângelo Decanio Filho .
03.03.2008 (Seg.) – 1ª. Mesa
Tema:
A Fundação e Consolidação da Academia de Belas Artes da Bahia
Integrantes:
Prof. Dr. Roberto Santos (Ex-reitor da UFBA) - A EBA na fundação da UFBA,
Vivianne Rummler (Mestranda EBA/UFBA)- A Fundação da Academia de Belas Artes da Bahia e os pintores fundadores,
Prof. Dr. Juarez Paraíso (Prof. Emérito da UFBA)- A gestão de Mendonça Filho
Moderadores: Luiz Freire e Eugênio Lins

04.03.2008 (Ter.) – 2ª. Mesa
Tema:
O Ensino acadêmico, as sedes e os equipamentos
Integrantes:
Prof. Dr. Luiz Freire (Prof. EBA/UFBA) - O Ensino Acadêmico na ABAB: métodos, práxis e resultados
Anderson Marinho – (Bolsista PIBIC - EBA/UFBA) - A EBA na UFBA e suas sedes
Moderadora: Célia Gomes e Maria Vidal Camargo (Professora Doutora EBA/UFBA)

05.03.2008 (Qua.) – 3ª. Mesa
Tema:
Os Prêmios de Viagem à Europa
Integrantes:
Isabel Mascelani ( Administradora de empresas e servidora da EBA/UFBA) - O Prêmio Caminhoá
Prof. Me. Robson Santana (Mestre em Artes Visuais EBA /UFBA e Professor da UEFS) O caso Archimedes José da Silva
Moderador: Onias Camardelli (Mestre em Artes Visuais e Professor da EBA/UFBA),
Graça Ramos (Profa. Dra. Da EBA/UFBA) e Márcia Magno (Profa. Ma. EBA/UFBA)

06.03.2008 (Quin.) – 4ª. Mesa
Tema:
A fortuna simbólica e artística da EBA
Integrantes:
Prof. José Dirson Argolo (Restaurador e Professor EBA/UFBA)- O acervo artístico da EBA
Paulo Veiga - O escudo da EBA
Moderadoras: Maria Hermínia Hernandez (Doutora em Arquitetura e Urbanismo , Professora da EBa/UFBA) e Fernando Pinto ( Mestre em Artes e Professor da EBA/UFBA)

07.03.2008 (Sex.) – 5ª. Mesa
Tema:
A arte moderna, a crítica e a EBA
Integrante: Matilde Matos
Moderador: Roaleno Costa (Dr. Em Comunicação e Arte ECA/USP)

10.03.2008 (Seg.) – 6ª. Mesa
Tema:
A EBA e o modernismo baiano
Integrantes:
Profa. Dra. Maria Helena Flexor (Professora emérita da UFBA) - Os pioneiros do modernismo baiano e a EBA
Profa. Ma. Malie Matsuda (Mestra e Professora EBA/UFBA) - A EBA e a segunda e terceira geração moderna
Dílson Midlej – (Mestrando EBA/UFBA) - As mudanças pedagógicas na EBA e a implantação da abstração na Bahia
Moderador: Juarez Paraíso e Célia Azevedo

11.03.2008 (Ter.) – 7ª. Mesa
Tema:
O Modernismo pelos modernistas baianos
Integrantes:
Mário Cravo Júnior, Sante Scaldaferri, Reinaldo Eckenberger, Juarez Paraíso e apresentação do vídeo: Oswald: dois depoimentos e um poema. de Jacyra Oswald
Moderador: Dílson Midlej e Justino Marinho (artista e crítico de arte)

12.03.2008 (Qua.) – 8ª. Mesa
Tema:
A EBA e a arte contemporânea na Bahia
Integrantes:
Walter Mariano (Designer e Mestre em Artes Visuais EBA /UFBA) - O ETSEDRON como pioneiro da contemporaneidade artística
Profa. Dra. Sonia Rangel (Profa. EBA/UFBA) - A primeira bienal Latino-Americana
Profa. Dra. Virgínia Gordilho (Coordenadora do PPGAV – EBA/UFBA) -
Contribuições da pós-graduação em Artes Visuais à arte contemporânea na Bahia
Profa. Alejandra Muñoz (Doutoranda em arquitetura e Urbanismo – FAU/UFBA)
Urbanismo e Professora EBA/UFBA) - Interpretando a arte contemporânea na Bahia
Moderador: Prof. Dr. Roaleno Costa (Diretor da EBA/UFBA)

13.03.2008 (Qui.) – 9ª. Mesa
Tema:
Diálogos com artistas contemporâneos
Artistas convidados: Ieda Oliveira (Mestranda EBA/UFBA),Virgínia Medeiros (Mestra em Artes Visuais EBA /UFBA), Ayrson Heráclito (Mestre em Artes Visuais EBA /UFBA), Eriel Araújo (Mestre em Artes Visuais EBA /UFBA), Williams Martins (Mestre em Artes Visuais EBA /UFBA), MAREPE, Gaio Matos (Mestre em Artes Visuais EBA /UFBA)
Moderadores:
Alejandra Muñoz, Rosa Gabriella (Prof. Dra. EBA/UFBA), Zé Mário (Mestre em Artes Visuais EBA /UFBA)

14.03.2008 (Sex.) – 10ª. Mesa
Tema:
A Escola de Belas Artes na construção do campo artístico baiano
Prof. Dr. Antônio Bechara Filho (Professor da UFPB)
Moderador: Antônio Câmara e Luiz Freire( Professor Doutor FCH/UFBA)
cachorro vadio no blog discharge 4

Nelson Magalhães Filho. Mista s/papel, 70X50 cm

CLICA AQUI:
http://fishyarts2.blogspot.com/

segunda-feira, fevereiro 18, 2008

domingo, fevereiro 17, 2008

Nelson Magalhães Filho. Mista s/ papel, 70X50 cm

Cartago
Caro Tomaz Salamun,
em vez de dois olhos
tenho dois punhais afiados
que rasgam a vida como duas panteras
ensandecidas e famintas
rasgam o que encontram pela frente para se alimentarem
para se manterem vivas

Narlan Matos

sexta-feira, fevereiro 15, 2008

Nelson Magalhães Filho. Mista s/ papel, 70X50 cm

é foda quando esta noite desparaisa, frívolo o oco,
teus anjos de louça na penteadeira
porcos que se cevaram
medra minha fome teu corpus solus, aninha-se
um medo, em mazelas sou devorado
mijo nesta noite se pressaga: escuto rendez-vous
com Jane Birkin para amar porra nenhuma
sem mais embasbacar teu afago dama dos gatos,
esta noite a insônia embuçada até teus olhos sombrios
eu simplesmente embrenho-me em teu destormento.

Nelson Magalhães Filho

BOB DYLAN - Sara

Agulha - Revista de Cultura

artista plástico convidado (vária) felipe ehrenberg
revista de cultura # 61
fortaleza, são paulo - janeiro/fevereiro de 2008
editores: floriano martins & claudio willer

CLICA AQUI:
http://www.revista.agulha.nom.br/ag61capa.htm
GRAÇA RAMOS

O ANJO, 1999, mista, 100X100 cm
Minha querida amiga e mestra Graça Ramos está de blog novo. Veja textos, poemas e suas maravilhosas pinturas aqui:
http://gracaramos.blogspot.com/

terça-feira, fevereiro 12, 2008

meu amigo DJ BUENAS (aqui com a diva Madeleine Peyrouax) se despede do Brasil

30 Vezes Nave

Ressaca? Nada disso, a festa nunca termina. No próximo dia 16 (sábado) a Nave realiza o seu 30º vôo, feito raro em noites soteropolitanas, e que será comemorado com uma seleção muito especial de DJs: os residentes el Cabong e Janocide convidam Gabriel Thomaz (Autoramas - RJ), Charles Morgan (Inglaterra), Buenas, Cassicas e Vinni (São Paulo). Novo rock, clássicos, pop de várias épocas, electro e muitas novidades, vão encher as duas pistas da casa mais badalada do verão baiano, a Boomerangue, no Rio Vermelho. Os ingressos custam 15 reais e a festa começa às 23h.

Roqueiro consagrado nacionalmente, Gabriel Thomaz é vocalista e guitarrista de um dos principais grupos do cenário brasileiro, o Autoramas. Como DJ costuma barbarizar na pista com um set que mescla Rock do mundo todo, do Brasil, do Japão, da Suécia, do Uruguai, mas, segundo ele, sem música desconhecida, só sucesso. O DJ inglês Charles Morgan aproveita a rápida passagem pelo Brasil para fazer mais uma apresentação na Nave, trazendo em seu set as últimas novidades do rock e electro britânicos. Em caminho oposto, o DJ BUENAS se despede do Brasil rumo à Inglaterra, e faz seu último set na cidade à bordo da Nave.

Produtora de respeito no circuito independente, responsável pelo informativo Se Ligue e por várias festas da cidade, Cassicas estréia na Nave trazendo um repertório voltado a clássicos do rock de várias épocas. Vinni, um baiano radicado em São Paulo que teve seus 15 minutos como DJ em uma promoção da Nave no verão de 2007, agora estréia oficialmente apostando em muito rock novo, mesclado a electro e boas doses do rock que marcou os anos 80 e 90. Depois de sets temáticos na última Nave, os DJs residentes Janocide e el Cabong voltam às suas misturas de épocas com hits do novo e velho rock gringo, rock brasileiro, pop, doses de eletrônica e novidades.

Vá guardando suas energias, a Nave é festa para deixar de lado o mau humor, o clima de ressaca e se deixar levar pela boa música. Já deu pra descansar no Carnaval, agora o ano vai embalar de vez. De Clash, New Order, Mutantes, Jesus & Mary Chain, Pixies, passando por Libertines, Radiohead, LCD Soundsytem, Amy Winehouse, Retrofoguetes, Arctic Monkeys indo até novidades como The Cribs, Lucy and the Popsonics, The Bicycles, Yelle, entre outros. Pronto, anote na agenda, chame seus amigos e durma durante o dia de sábado, pois a bagunça rola em duas pistas simultâneas e não tem hora pra acabar. E como diz o anúncio da festa: são permitidas palminhas na pista, mãos para cima, e passinhos desengonçados.

Serviço:

Nave – 30 edição[Indie - New Rock - Punk - Glam - Rock & Roll - Pop – Electro- Surf]
DJs:
el Cabong / Janocide / Gabriel Thomaz (Autoramas- RJ)
Charles Morgan (UK)/ Buenas/ Cassicas / Vinny (SP)
16/02/2008 23h
Boomerangue (Rua da Paciência, 307 – Rio Vermelho)
Salvador-BA Telefone: (71) 3334-6640
Classificação: 18 anos

Contato: festanave@gmail.com
Site: www.myspace.com/festanave

quarta-feira, fevereiro 06, 2008

Nelson Magalhães Filho. Acrílica s/papel, 70X50 cm

Nômades do deserto em
viagens espantosas através das florestas
cheias de caranguejos rutilantes,
flores-putas eclodem a concha do tempo áspero
em que os peixes e os insetos, exaurindo
larvas, me beijavam até sugar-me
o fogo de pedra.
Assim visito flores-amantes nas tuas
feições frágeis,
begônias gozosas
em você minha demente paixão.
Lua minguante,
negra minha última pele imerecida
de pêssego mansa,
minha alegria cindida
musa os espelhos quebrados do desejo.

Nelson Magalhães Filho

sábado, fevereiro 02, 2008

disco, livro e filme para esse fim de semana