Teu cheiro amarfanho durante toda a cidade
e nos dentes postos sobre a mesa
como um escapulário tua lascívia eu pressinto.
Nem a lua nem teus olhos certamente me salvarão deste teu cheiro espesso.
Eu cresci nestas estranhas paragens sem estrelas entre bichos e flores
como se não fossem cobertos pela escuridão.
Apenas arfava um golpe entre o vazio de mim
e a captura de insetos do inferno em teus cabelos.
Em inquietude, me preparo para a dor.

Nelson Magalhães Filho

"Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos

do mundo."
( Fernando Pessoa: Tabacaria)




Realizar trabalhos de arte a base das experiências existenciais, como transpor as imensidões dolorosas das noites urinadas. Fingir figuras concebidas do desejo e da amargura. Instigações obscurecidas pela lua. Não acretido na pintura agradável. Há algum tempo meu trabalho é como um lugar em que não se pode viver. Uma pintura inóspita e ao mesmo tempo infectada de frinchas para deixar passar as forças e os ratos. Cada vez mais ermo, vou minando a mesma terra carregada de rastros e indícios ásperos dentro de mim, para que as imagens sejam vislumbradas não apenas como um invólucro remoto de tristezas, mas também como excrementos de nosso tempo. Voltar a ser criança ou para um hospital psiquiátrico, tanto faz se meu estômago dói. Ainda não matem os porcos. A pintura precisa estar escarpada no ponto mais afastado desse curral sinistro.
Nelson Magalhães Filho

terça-feira, junho 12, 2007

Nelson Magalhães Filho. MULHERES, 2005, mista s/ papel, 70X50 cm

Plantarei rosas selvagens
em teu rosto todas as noites
para te induzir ao beijo
arcaico do veneno
nu de minha boca amora.
Em tua solidão esparsa,
deitarei meus olhos
para te consagrar.

Nelson Magalhães Filho

6 comentários:

Fabrício Brandão disse...

Nelson,

Obrigado pela sua visita ao NOSSO Diversos Afins. Quero trocar idéias contigo. Envie um e-mail para que possamos selar isso. Por aqui, belas linhas poéticas!!

Nosso e-mail: diversosafins@gmailcom

Abraços gratos

Fabrício Brandão disse...

Corrigindo o e-mail: diversosafins@gmail.com

Abraços

Ju disse...

Porra Nelso, muito bom teu blog tbm, tuas pinturas e teus poemas são bons pra caralho... Onde vc mora?

Linda Graal disse...

Sim...bom mesmo!!

Lindos versos!!!

amplexos!

Leila Silva disse...

Obrigada pela visita e comentário.
Vou passear por aqui.
abraços

Neuzamaria Kerner disse...

Nelson, o que seria de nós se não fosse a arte salvadora? Muito bela a pintura "Mulheres"!
Voltarei sempre aqui para ver seus trabalhos.
Abraço - Neuzamaria